A Elegância do Ouriço de Muriel Barbery

Sem muitas expectativas abri a obra A Elegância do Ouriço de Muriel Barbery em uma bela tarde de sábado. Motivado por uma curiosidade tranquila, de quem apenas está explorando as coisas, li os primeiros parágrafos sem muita emoção. Não me envolvi rapidamente com o livro, pelo contrário, foram uns bons capítulos até que a história … Continuar lendo A Elegância do Ouriço de Muriel Barbery

21º Parada do Orgulho LGBT de São Paulo

O sol brilhava no morno domingo de 18 de junho de 2017 enquanto andávamos, meus primos e eu, até a Paulista em meio a uma multidão que se formava. A aglomeração esfuziante tinha um motivo, era o dia da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo em sua 21º edição. Foi a primeira vez que … Continuar lendo 21º Parada do Orgulho LGBT de São Paulo

Antes de nascer o mundo de Mia Couto

Esta foi a primeira obra do escritor moçambicano Mia Couto que li. Escolhido a dedo pela curiosidade que tive sobre a narrativa. A história retrata uma família que adota o autoexílio em uma savana de Moçambique, por motivos só conhecidos pelo patriarca da família, Silvestre Vitalício, por tio Aproximado, morador do “outro lado” e responsável … Continuar lendo Antes de nascer o mundo de Mia Couto

Encontrando um caminho de Koji Sakamoto

Durante meu caminho na vida, por várias vezes questionei o porquê das dores e desafios que passava. Aceitar esses momentos como parte essencial da minha evolução e, com gratidão, me esforçar para me tornar melhor a cada dia não foi e nem tem sido algo fácil. Sempre que posso, recorro aos suportes possíveis para me … Continuar lendo Encontrando um caminho de Koji Sakamoto

Ser adulto talvez seja descobrir não sermos especiais e continuar firmes mesmo assim

Quando crianças é comum que os adultos à nossa volta procurem nos proteger das adversidades da vida. Sejam dos obstáculos físicos, causadores de feridas facilmente observáveis, sejam – algumas vezes – das decepções que nos causariam dores emocionais profundas. Banhados pela proteção do lar, crescemos em meio a produções culturais que também nos vendem a … Continuar lendo Ser adulto talvez seja descobrir não sermos especiais e continuar firmes mesmo assim

O dia em que paguei por um garoto de programa

*Foto meramente ilustrativa, não tem relação com o acompanhante masculino que contratei. A fantasia de sair com um garoto de programa me acompanhou por muitos anos, nem sei quantos. Tinha muita curiosidade, mas nenhuma coragem. Chegava a pesquisar no Google sobre acompanhantes masculinos e sempre encontrava um ou outro para incendiar ainda mais essa minha … Continuar lendo O dia em que paguei por um garoto de programa

Ser feliz exige alguma insensibilidade?

Ultimamente estive pensando sobre a casca que construímos enquanto buscamos a felicidade. Frequentar esses muitos aplicativos de pegação tem me feito pensar sobre essa dança de interesses realizada a cada match que acontece. Primeiro vem aquela ansiedade de, ao encontrar algum perfil interessante, esperar para ver se o interesse é correspondido. Caso não, seguimos para … Continuar lendo Ser feliz exige alguma insensibilidade?

Somos os únicos que tem a permissão de definir o tamanho dos nossos desafios

Nossos desafios são nossos, ninguém além de nós pode aferir se eles são grandes ou pequenos, afinal eles representam aquilo que precisamos trabalhar em nós mesmos, ou na nossa vida, para evoluirmos. Algo que para mim pode ser um desafio, não necessariamente representa um problema para outros. Assim como algo que para mim é simples … Continuar lendo Somos os únicos que tem a permissão de definir o tamanho dos nossos desafios

2017 – Novo ano, velhos desejos

E um novo ano começou, de novo. E eu percebi que a minha lista desse 2017 é a mesma do ano passado e dos anos anteriores. Eu tenho o hábito de fazer listas, gosto da forma como isso deixa tudo organizado para mim, parece deixar mais claro para onde estou indo e de onde estou … Continuar lendo 2017 – Novo ano, velhos desejos

Ser gay cansa

Ser gay cansa! Há algum tempo eu vinha me sentindo meio mal, meio para baixo, e não conseguir entender bem o porquê. De repente me deparei com esse vídeo incrível falando tudo que estava acontecendo comigo e eu não conseguia organizar em um discurso coeso. E não é incrível quando alguém fala tudo que estamos … Continuar lendo Ser gay cansa